Pai e filho morrem eletrocutados no condomínio Solar de Brasília - Correio do Síndico

Home Top Ad

ANUNCIE AQUI

7 de abril de 2015

Pai e filho morrem eletrocutados no condomínio Solar de Brasília

Segundo a CEB, acidente foi causado por rompimento de cabo de alta tensão. Bombeiros afirmam que ele caiu na água e a energia elétrica atingiu vítimas.


Pai e filho, de 65 e 29 anos, morreram eletrocutados por volta de 16h30 deste domingo (5) na quadra 1 do Condomínio Solar de Brasília, no Jardim Botânico, no Distrito Federal. Inicialmente, a Polícia Civil informou que as vítimas eram duas mulheres.

Por meio de nota, a Companhia Energética de Brasília (CEB) informou que o acidente foi causado pelo rompimento de um cabo de alta tensão. Segundo o Corpo de Bombeiros, ao cair o cabo encostou em um pneu de um carro estacionado no local, que começou a pegar fogo. Os homens teriam tentado acabar com as chamas, mas o material rompido estava na água da chuva acumulada no chão e então a energia elétrica atingiu as vítimas. A descarga chegou a derreter os pneus do automóvel.

A razão da falha no cabo, no entanto, ainda depende de perícia, segundo a CEB. De acordo com a companhia, moradores relataram que a rede de energia foi atingida por uma "descarga energética".

"Informações preliminares, dadas pelos próprios moradores da localidade, sinalizam que uma descarga atmosférica tenha recaído sobre a rede", diz a nota da CEB.

Veja a íntegra da nota da CEB:

A CEB lamenta profundamente o incidente que vitimou duas pessoas na tarde deste domingo, 5 de março, no Condomínio Solar de Brasília, na região do Jardim Botânico.

Somente o resultado de perícia poderá indicar o que realmente ocasionou o rompimento de um cabo de alta tensão (13.800 volts), que foi a causa do acidente. Mas informações preliminares, dadas pelos próprios moradores da localidade, sinalizam que uma descarga atmosférica tenha recaído sobre a rede.

Equipes técnicas e de segurança da CEB foram deslocadas imediatamente para o local, tão logo a empresa foi acionada, e prestou toda a assistência, auxiliou no trabalho da perícia e na reconstrução da rede danificada.

A CEB orienta a população a jamais, e em qualquer circunstância, tocar na rede de energia – mesmo que seja com o apoio de materiais aparentemente isoladores. Em situações como essa, a CEB recomenda que a população ligue imediatamente para a CEB no telefone 116.