Construções e decorações sustentáveis trazem vantagens para todos - Correio do Síndico

Home Top Ad

ANUNCIE AQUI

10 de agosto de 2015

Construções e decorações sustentáveis trazem vantagens para todos

Arquiteta ensina como evitar desperdícios e, assim, minimizar os impactos da sua casa no meio ambiente 

Devido às consequências que a degradação do meio ambiente vem causando, o termo “sustentabilidade” está cada vez mais em voga. A novidade é que arquitetos já buscam incluir em suas obras elementos que possam ser reaproveitáveis ou que diminuam o consumo de energia elétrica e água. Ter uma residência sustentável – seja na construção, decoração ou mesmo nas atividades diárias – pode até custar mais à primeira vista, mas traz uma grande economia a longo prazo, além, é claro, de diminuir o impacto que você e a sua família causam no meio ambiente.

Tânia Fernandes é arquiteta e decoradora, e comenta que já é comum nas suas obras encaixar recursos sustentáveis. “Uma obra sustentável é aquela que tem como princípio a reciclagem, reformulação ou reutilização de algum recurso – seja ele a energia elétrica, água, um móvel ou um material de construção. E vem se tornando cada vez mais comum que os próprios moradores queiram adicionar esses recursos em seus lares”, comenta a arquiteta.

O conceito de sustentabilidade também inclui a utilização de materiais para construção de maior qualidade, para que estes não se desgastem rápido e precisem ser trocados, despejando o antigo material no meio ambiente. “Atualmente, encontramos arquiteturas com projetos a longo prazo, mas com design de interior a curto prazo. Isso gera mais consumo energético e hídrico, e faz com que mais materiais sejam produzidos de forma inadequada, com produtos tóxicos e poluentes, adoecendo pessoas e ambientes”, comenta Tânia.

Hoje, passamos cerca de 90% do nosso tempo em espaços internos, onde gases provenientes de produtos químicos utilizados em acabamentos e mobiliário nos expõe às alergias, problemas respiratórios e à síndrome do edifício doente. “Estudos mostram que os níveis de poluentes em ambientes fechados são, às vezes, três vezes maiores do que os de níveis externos. Ou seja, viver em ambientes doentes está nos deixando enfermos também”, explica a arquiteta.

Para construir um ambiente sustentável (ou transformar a sua casa em um), não é necessário já começar fazendo instalações caras. Construir um ambiente aberto para receber mais luz já evita o uso de lâmpadas e de aparelhos como ar condicionado, o que já é uma atitude sustentável. “Os resultados da obra não precisam necessariamente ter um padrão internacional de luxo. Para começar a criar uma obra sustentável basta apenas pensar consciente na hora de construir, e saber que o menos é mais, não só pelo estilo minimalista, mas porque diferente do que somos acostumados a acreditar, não é preciso ter nada em excesso para ter uma vida completa”, conclui a arquiteta.

Pensando nisso, Tânia Fernandes dá algumas dicas de como transformar o seu lar em um ambiente sustentável, seja na hora de construir, reformar ou no seu dia a dia.

SUPER DICAS:
Preste atenção no selo de classificação de energia na hora de comprar um eletrodoméstico. Ele indica quais produtos consumem menos energia, e mesmo que às vezes sejam mais caros, a economia de energia será eficiente, o que trará uma diminuição na conta de luz;
Regule o nível de consumo de água da sua máquina de lavar roupa ou louça. A água usada para lavar roupa pode ser reutilizada para outras funções depois, como lavar a casa ou áreas externas;
Dê preferência para materiais básicos e acabamentos à base d’água em vez de à base de solvente, pois lançam menos poluentes no ar;
O uso de materiais como madeiras de reflorestamento, materiais recicláveis como o vidro, ou até mesmo reutilizáveis como o ferro, ajudam muito a tornar o design do ambiente mais moderno e, ao mesmo tempo, sustentável;
A utilização de pisos cerâmicos e de tecidos naturais como algodão em vez de sintéticos voltam para o meio ambiente mais rápido e criam ambientes naturais, cleans ou rústicos, dependendo do gosto que você busque colocar no ambiente.

Fonte: Redação.